7 coisas que acontecem no seu corpo quando você bebe a quantidade certa de água!

07/08/2018
7 coisas que acontecem no seu corpo quando você bebe a quantidade certa de água! Estar bem hidratado nos ajuda a não nos sentirmos cansados.


Que a água é fundamental todo mundo sabe, mas você bebe o suficiente?
Para você ter ideia, 73% do nosso cérebro e coração funcionam com água.

Esta bebida é vital por que:
1. Hidrata o corpo,
2. Normaliza a temperatura corporal,
3. Fornece oxigênio por todo o corpo,
4. Lubrifica as juntas,
5. Libera toxinas do corpo,
6. Permite o crescimento e manutenção de células,
7. Umedece as membranas mucosas.


Só com essa lista já deveríamos beber água regularmente, mas ainda há outras vantagens para quem bebe a quantidade adequada por dia.

Confira:
1. Dá mais energia ao corpo e ao cérebro:
Com a quantidade de água presente no cérebro, não é de se surpreender que precisamos sempre repor.
Um estudo publicado no The Journal of Nutrition mostrou que uma perda de água em apenas 1,3 por cento prejudica a capacidade de concentração da pessoa.
Além disso, pode resultar no mau humor e aumentar as dores na cabeça.


2. Alivia problemas digestivos:
A água é essencial para nutrir o intestino e amaciar a comida para a digestão.
Sem ela, a comida não pode ser eficientemente absorvida e ser expelida pelo corpo.
Portanto, beba água regularmente, a fim de evitar a prisão de ventre.
A água ajuda a amolecer as fezes, além de manter e melhorar a saúde intestinal.


3. Estimula perda de peso:
A água aumenta a sensação de saciedade.
Como resultado, nós comemos menos durante e após as refeições.
Além disso, a água aumenta nossa taxa metabólica, permitindo-nos queimar mais calorias.
Estudos mostram que beber oito copos de água por dia pode aumentar o metabolismo.


4. Reduz dores na cabeça:
A desidratação é uma das principais causas de dores de cabeça e enxaquecas.
Sabe quando você bebe muito vinho e depois acorda pela manhã sentindo dor?
Isso é causado pela desidratação.
O mesmo acontece para quem não bebe água com frequência.
Estudos mostram que beber grandes quantidades de água pode ajudar a diminuir o tempo e a intensidade de uma dor de cabeça.


5. Melhora o humor:
Quem não quer ter bom humor?
Beber mais água pode ajudar.
Um estudo publicado no “The Journal of Nutrition” provou que uma leve desidratação já causa variações no humor.
Pesquisadores avaliaram participantes que fizeram caminhada em uma esteira por 40 minutos e descobriram que, ao perderem apenas 1% do peso corporal em líquidos, eles demonstraram piora no humor, na concentração e na energia.


6. Melhora desempenho físico:
O aumento do consumo de água resulta em melhor controle de temperatura, maior motivação, menos fadiga e mais vitalidade física e mental.
Isso é especialmente importante durante as atividades físicas, pois um atleta pode perder de 6% a 10% de água através do suor.


7. Melhora o sistema urinário:
Como você provavelmente sabe, a água é o principal componente da urina.
Mas não é só isso.
A água também ajuda a desintoxicar os rins e melhorar sua função.
Se você bebe pouca água, vai desestabilizar os rins e facilitar o surgimento de pedras.
Ou seja, a água também pode ajudar a prevenir a formação de cálculos renais.

Resumindo: nosso corpo depende da água para sobreviver.
Além de preservar a vida, a água também melhora o desempenho de todos os sistemas corporais.
Não basta beber água quando só quando sentimos sede.
Segundo especialistas, oito copos de água por dia é o suficiente para a maioria das pessoas.

No entanto, é preciso levar em consideração:
– Tempo de atividade física,
– Tipos de exercícios,
– Meio ambiente,
– Gravidez,
– Estado de saúde.

Em alguns casos, é necessário se hidratar mais do que o convencional.


NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Aguarde..