4 hábitos de longevidade com saúde pelo mundo.

10/09/2020
4 hábitos de longevidade com saúde pelo mundo. Enquanto a estimativa de vida do ser humano se estende, em breve viveremos até os 150 anos de idade. O que preocupa é a maneira como a população chegará até lá.


Comer melhor, descansar bem e movimentar o corpo são hábitos que garantem a longevidade com saúde, aumentando a sua expectativa de vida. Mas, quais são os hábitos de longevidade pelo mundo? 
Neste artigo citaremos alguns hábitos de longevidade especialmente do Japão e da saúde chinesa. 

Hábitos de longevidade com saúde pelo mundo 
O Japão é um dos países que tem maior expectativa de vida com uma média de 80 anos para homens e 87 anos para as mulheres, e é uma das nações que mais envelhecem em todo o mundo. Devido à baixa natalidade, o Japão tem um cenário onde um quarto de sua população tem idade superior a 65 anos. 
Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2014 foram registrados 59 mil pessoas centenárias, sendo 87% mulheres, um novo recorde relacionado à longevidade da população japonesa. 

Os hábitos de longevidade japonesa são:

Equilíbrio nutricional 
Uma das principais razões atribuídas à longevidade japonesa é a dieta pobre em sal e rica em vegetais ricos em fibras e antioxidantes, que previnem várias doenças assim como problemas cardíacos, obesidade e alguns tipos de câncer. As refeições japonesas têm como base o arroz (fonte de carboidratos), vegetais (fonte de vitamina e minerais) e peixe (grande fonte de proteína). 
Além disso, a maioria das refeições contém baixo valor calórico e teor de gordura, fatores que contribuem para a longevidade com saúde. Os japoneses também consomem algas, ricas em fontes de minerais, soja e derivados, ricos em flavonoides, que combatem o colesterol ruim e a osteoporose. A dieta japonesa é rica em vitamina E que promove a saúde mental e combate a demência e outras doenças senis.

Tomar chá-verde 
Essa bebida está associada à longevidade com saúde, está repleto de antioxidantes que combatem radicais livres (que provocam o envelhecimento das células) e também agentes cancerígenos. Por ser uma rica fonte de flavonoides, o consumo regular do chá-verde reduz o risco de derrames. Já a cafeína presente em sua composição favorece a saúde mental em geral, desde que seja utilizada com cautela. 
O chá-verde também aumenta a imunidade e auxilia na desintoxicação do fígado, ajuda na melhora da digestão e reduz as taxas de colesterol, glicemia e triglicérides do sangue. É um dos maiores responsáveis pela baixa taxa de obesidade no Japão, pois ele é consumido em larga escala, o que provoca o aumento do metabolismo.

Hara hachi bu 
Embora os japoneses não desperdicem arroz, em geral eles costumam ser muito moderados nas refeições. A maioria deles, incluindo okinawanos, usam a técnica do hara hachi bu, onde consiste em parar de comer quando estiver 80% satisfeito e não até "a barriga estufar". Segundo estudos, o nosso cérebro demora 20 minutos para registrar que o estômago está cheio. 
Quando estamos com muita fome, acabamos comendo muito mais do que devemos. O segredo é diminuir a ingestão de calorias diárias, comendo bem devagar, e utilizar a estratégia do hara hachi bu. Segundo os especialistas em nutrição, essa técnica beneficia a saúde e ajuda a prolongar a vida.

Hábitos de longevidade com saúde chinesa 
Há um livro publicado na China afirmando o segredo da longevidade e que está nos hábitos. Uma vida cheia de saúde aumenta até 60% a expectativa de vida de uma pessoa. Entre os centenários da China, a maioria tem temperamento alegre, são amáveis com os outros, realizam exercícios regularmente e são exigentes com a alimentação. Além de tudo, dormem bem, consomem relativamente pouca quantidade de álcool, não fumam e tem uma vida familiar harmoniosa. 
O segredo de Pan Zhiyong, de 105 anos de idade, por exemplo, é praticar atividades com regularidade. Ele caminha mais de dois quilômetros por dia desde que se aposentou. A previsão é de que até 2050 a China tenha mais de 40 milhões de pessoas com mais de 60 anos, o que representaria um quinto dos idosos no mundo inteiro. 


Esses são os hábitos de longevidade com saúde pelo mundo.
Gostou do artigo? Deixe o seu comentário e continue com o nosso blog!


NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico.
As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica. 

Comentários

  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Aguarde..